Marketing de conteúdo um processo simples

Marketing de conteúdo um processo simples

O marketing às vezes parece um exercício que troca a cada minuto e nunca acaba. Especialmente com todas as ferramentas, táticas e palavras da moda que aparecem cada vez mais rápido.

Muitas pessoas do marketing estão falando de conteúdo como o elemento base da estratégia de marketing e estão certos, mais importantes do que a estratégia de conteúdo é como criar esse conteúdo.

O conteúdo do ponto de vista do marketing é algo simples. Falamos de artigos, publicação em blogs, vídeos, webinars, imagens e todo o tipo de conteúdo, seja na internet como fora, esses conteúdos ajudam o mercado a entender melhor o que você faz.

Nossos prospects e clientes esperam nos encontrar através dos mecanismos de busca tudo aquilo que necessitam saber sobre produtos, serviços, pessoas, startups, problemas, desafios.

E nesse sentimento, o conteúdo é como você é encontrado, como educa, como constrói confiança, responde perguntas, surge e se promove no mundo digital.

Todos falam de conteúdo nos dias de hoje, você deve entrar no jogo de conteúdo. Mais isso não significaentrar no jogo apenas para jogar. A ideia por trás da criação de conteúdo é usa-lo para construir seu negócio em longo prazo, para obter mais clientes e vendas.

marketingconteudosimples

O seguinte é um processo sistemático para a criação de conteúdo e lhe ajudar a fazer uso mais efetivo do seu limitado tempo para gerar oportunidades de negócios.

Quais são as vantagens do marketing de conteúdo?

Reduzir o custo de aquisição de clientes, fazer com que sua marca ganhe relevância ou aumentar o life value são apenas alguns dos benefícios usufruídos por quem sabe o que é marketing de conteúdo. Além disso, implementar com sucesso uma estratégia de marketing de conteúdo traz vantagens como as quatro seguintes :

  1. Aumente a notoriedade e o reconhecimento da sua marca. Seu conteúdo consolida você como uma autoridade no assunto. Você se torna referência no setor e isso torna sua marca conhecida por potenciais clientes. Ao decidirem comprar um produto ou contratar um serviço, é mais provável que recorram a quem conhecem melhor.
  2. Aumenta o tráfego orgânico para sua página/blog. É algo que você alcança quando o valor do conteúdo do seu público é reconhecido pelo Google, que o coloca na primeira página dos resultados de busca. A partir daí, você facilita encontrar qualquer pessoa que acesse a internet em busca de respostas.
  3. Aumenta o envolvimento com seu público e ajude a educar seus visitantes. Suas publicações contínuas fazem com que os usuários visitem sua página/blog com mais frequência. Ao educá-los com seu conteúdo, você ganha proximidade com eles. No final, eles se tornam defensores da sua marca, evangelizadores, na melhor das hipóteses.
  4. Aumenta seu banco de dados e sua conversão de páginasConteúdo de qualidade atrai visitantes, que deixarão seus dados em troca da possibilidade de baixar e-books, infográficos, entre outros. Dessa forma, à medida que seu tráfego cresce, o número de conversões também aumenta, o que ajuda a gerar leads.

Por que você deveria começar a trabalhar com marketing de conteúdo?

Você provavelmente já ouviu ou leu sobre marketing de conteúdo em mais de uma ocasião. E, de fato, nos últimos anos esta técnica tem vindo a ganhar cada vez mais adeptos devido ao seu carácter user-friendly , mas, sobretudo, porque cumpre uma série de condições que agradam ao Google:

  • Conteúdo fresquinho devido à constante renovação de artigos no blog.
  • Informações relevantes para o usuário, que o usuário compartilha através das redes sociais.
  • O usuário é o centro e o texto é orientado para a compreensão de um tema e não para a colocação de palavras-chave.

Isso não significa que ao lançar uma campanha de marketing de conteúdo você terá que esquecer de trabalhar no nível de SEO. 

Na verdade, existe uma relação muito próxima entre uma coisa e outra porque o inbound marketing  permite trabalhar muitas palavras-chave diferentes. E isso se traduz em um aumento nas chances de aparecer nos resultados de busca.

Se isso já parece um ponto interessante para o seu negócio, continue lendo! Certamente você conseguirá tirar mais proveito de sua estratégia de marketing de conteúdo .

Como comentei um pouco acima, uma das grandes vantagens do marketing de conteúdo é que ele permite trabalhar múltiplas palavras-chave. Além do mais, existem maneiras de trabalhar nisso que podem ser muito eficazes. Eu continuo dizendo a você!

Em alguns projetos que trabalhei, por exemplo, vimos que o SEO se torna muito mais útil se for abordado a partir de uma perspectiva de cauda longa

Em vez de tentar posicionar um artigo ou página da web para uma palavra-chave altamente competitiva, os resultados serão mais lucrativos se você pesquisar a cauda longa dessa palavra-chave e escrever artigos relacionados a ela.

Que vantagens são obtidas na prática? Trabalhar suas palavras-chave desta forma envolve:

  • Menos concorrência para ser colocado nas primeiras posições dos mecanismos de busca.
  • Boas classificações para a cauda longa da palavra-chave que você considera principal.
  • Vários resultados que, se relevantes, também serão posicionados para a palavra-chave mais importante.
  • Auxilia em todo o processo de compra do usuário, pois se adapta às necessidades dos leads em todos os momentos.
  • Além das ações de atração que podem ser realizadas, também pode ser utilizado dentro da nutrição de leads para acompanhar o lead e amadurecê-lo.
  • Uma de suas peculiaridades é que pode ajudar o cliente a aderir ao projeto independente da fase do processo de compra em que se encontra.
  • Pode ser uma estratégia abrangente , executada do início ao fim, ou parcial, pois cada cliente pode perseguir objetivos diferentes.

O objetivo do marketing de conteúdo é atrair clientes em potencial por meio de conteúdos relevantes e de qualidade que possam retê-los e, posteriormente, convertê-los em clientes.

Proponho um caso prático que trabalhe em um projeto para que você entenda até que ponto utilizar uma estratégia de marketing de conteúdo baseada em caudas longas pode lhe trazer benefícios.

Esta é uma empresa cuja palavra-chave alvo era muito competitiva. Usando a cauda longa derivada disso, com cerca de 30 buscas exatas por mês, eles conseguiram atrair mais de 2.000 visitas mensais. Tudo se resume! 😉

Antes de começar: o que ter em mente?

O primeiro passo é preparar um bom plano de conteúdo e agendar com antecedência o conteúdo que você irá enviar no dia a dia.

Isso o ajudará a planejar a longo prazo, ter maior perspectiva e visibilidade e ser capaz de diferenciar públicos para criar conteúdo específico para cada uma de suas buyer personas.

A chave do sucesso é entregar o conteúdo certo na hora certa. Ou seja, ofereça à sua buyer persona as informações de que ela precisa dependendo da fase do processo de compra em que se encontra

 Além disso, lembre-se de fazê-lo no formato mais adequado, pois não só a qualidade da informação importa, mas também a sua apresentação. Além disso, pode ser uma ferramenta útil para conhecer melhor o seu cliente. Nunca perca esta oportunidade!

Estes são alguns tipos de conteúdo que você pode usar em sua estratégia de marketing de conteúdo :

  • Imagens
  • Infográficos
  • Vídeos
  • Guias/tutoriais
  • Diários
  • E-books
  • Modelos
  • Artigos
  • Apresentações
  • Formulários
  • Jogos
  • Seminários on-line

Recomendo aproveitar as vantagens de cada um sem perder de vista os objetivos da campanha.

Além disso, lembre-se que ouvir seus usuários e coletar seus comentários para saber o que eles precisam e o que lhes interessa pode ajudá-lo a identificar quais temas são de seu interesse e assim gerar conteúdos que agreguem valor a eles. É aí que reside um dos seus segredos!

Estratégia de criação de conteúdo

Seu sistema deve começar com a estratégia. Mas para isso é importante três pontos a considerar:

  • A estrutura completa: pense na imagem completa quando se pensa em conteúdo. Estruture um livro (real ou imaginário) sobre sua área de conhecimento. Recorde que esta criando um corpo completo que pode levar tempo para ser criado.
  • Utilizar e reutilizar: Quando se criar conteúdo, sempre pense em usar o mesmo conteúdo em diferentes formas ( para gerar trafego, links) e as oportunidade de utiliza-los são imensas.
  • Diversidade dos meios: uma forma de maximizar os benéficos é republicar os conteúdos em vários meios e plataformas, ofereça múltiplos formatos de conteúdo.

Inspiração para o conteúdo

Criada a estrutura completa e clara, algumas pessoas e startups se deparam com o bloqueio criativo quando se trata de criar conteúdo novo e frequente. É uma excelente ideia ter fontes de inspiração.

  • Perguntas: Leve em conta todas as perguntas feitas por seus prospects e clientes e tenha o hábito de publicar as respostas.
  • Leitores de RSS: navegue e assine blogs do mesmo nicho, a partir dos feeds você consegue ter novas ideias de conteúdo.
  • Flipboard: encontrar informação valiosa de difícil acesso com este serviço.
  • Google Keywords tool: Algumas vezes é preciso apenas buscar sobre o que as pessoas pesquisam no Google, essa ferramenta de palavras chave é uma mão na roda.
  • Automatização de conteúdo: Poucas pessoas são apaixonadas por RSS como eu, mas a verdade gosto de tudo que é possível fazer com ele.

Meu uso favorito é criar conteúdo e com um passe se mágica agrega-lo em RSS. Este tipo de conteúdo é ideal para manter os clientes atualizados e engajados.

Este é um tipo rápido: marque as menções de sua empresa no delicious usando tags, use a url do delecious, acrescente ao feedburner e assim você terá uma fonte de informações atualizada a todo o momento.

Publicando conteúdo

Se quer que sua publicidade seja efetiva e seu conteúdo gere clientes potenciais e não apenas vendas, publique conteúdo. Use anúncios do Facebook e outras publicidades, crie lista de e-mail para newsletter, crie webninar, slideshare. Converta sua publicidade em uma plataforma que gere confiança e lugar de gastos sem retorno.

Conteúdo por demanda

Um dos avanços mais dramáticos na comunicação de mensagens de vendas é que você tem que adaptar a mensagem a plataforma.

Com as ferramentas econômicas e fáceis de usar que existem hoje em dia, você pode criar atrativas apresentações de vendas e publicá-las na internet para atrair clientes potenciais nos dias de hoje.

Utilizar ferramentas como sliderocket permite inserir formulários em suas apresentações as tornando mais interativas e receber alertas para saber quando as pessoas veem sua apresentação.

Alianças no Conteúdo

É hora do grande prêmio a toda criação de conteúdo. Uma vez que criou um blog, um e-book, podcast, videos, slideshre etc, você pode oferecer vários conteúdo úteis como estratégia para conseguir aliados.

Incluir a logo de blogs e informações dos usuários em um e-book, convidá-los a escrever em seu blog, entrevistá-los em seu podcast.

A criação de conteúdo pode parecer trabalhosa, usando poucas ideias aqui sugeridas. O conteúdo é conhecido como o rei do posicionamento web (SEO), e é um dos pilares de qualquer plano de Marketing Digital.

Para construir uma estratégia de Marketing de Conteúdo é necessário tempo e dedicação, é importante que se publique conteúdos com certa regularidade e conteúdos de qualidade.

Como o conteúdo é usado ao longo da jornada do comprador?

Como já mencionamos, o conteúdo é rei, pois pode ser utilizado em praticamente todos os processos relacionados à aquisição e fidelização de clientes . Vamos ver isso!

O uso de conteúdo para fidelização de clientes

Começaremos falando sobre como podemos utilizar o conteúdo quando falamos de fidelização de clientes.

Uma vez que o cliente tenha dado o passo e já tenha adquirido o produto ou serviço da empresa, é importante não esquecê-lo, pois, se o fizer, é provável que a chama se apague e a sua empresa desapareça de cena. mente. Diante disso, temos duas opções, e ambas podem ser trabalhadas com marketing de conteúdo:

  • Up sell : esta técnica baseia-se em oferecer ao cliente um produto superior (mais completo) ao que adquiriu. Isso ajuda a cobrir mais demanda e aumentar a cesta de compras. O up sell pode ser trabalhado com conteúdo.

    Existem várias maneiras de fazer isso. Por exemplo, você pode criar conteúdo específico para usuários que compraram um produto e podem precisar de uma versão superior e fornecê-lo por e-mail X dias após a compra, por meio de campanhas de display ou retargeting, etc.
  • Venda cruzada : quando um usuário já possui o produto principal da marca, é possível informá-lo, graças ao conteúdo, que possui produtos colaterais que podem ser do seu interesse.

    Para isso, por exemplo, ao navegar na web, um produto pode ser complementado com informações sobre produtos relacionados, para que o usuário conheça mais opções. Outro exemplo é o envio de e-mails com conteúdos de outros produtos que possam ser complementares aos que o cliente adquiriu.

Você já tem uma estratégia de marketing de conteúdo implementada, e agora?

Uma parte fundamental de qualquer estratégia de marketing é medir os resultados. A métrica mais comum é o ROI (Retorno do Investimento).

Para calcular o ROI do marketing de conteúdo, basta pegar o que você ganhou em uma ação, subtrair o que gastou e depois dividir, novamente, pelo que gastou.

É uma medida de trabalho muito simples que serve para dar uma noção geral do desempenho de qualquer tipo de investimento.

Uma das maiores dificuldades no cálculo do ROI é compreender o conceito de “valor gerado”, uma vez que o marketing de conteúdo tem objetivos variados, alguns de longo prazo e difíceis de mensurar diretamente.

No entanto, é extremamente útil, principalmente com objetivos “mais específicos”, como o número de clientes conquistados ou os rendimentos obtidos num determinado período. Acompanhe-o sempre!

Agora que você sabe o que é marketing de conteúdo, como uma estratégia de marketing de conteúdo se encaixa em um projeto de inbound marketing e quais podem ser seus resultados, como gostaria de começar o seu próprio?

Você ainda está pensando em implementar sua estratégia de marketing global com um plano de marketing de conteúdoAs razões são muitas!

1 Shares:
Você também pode gostar